17/11/2016 às 15h58min - Atualizada em 17/11/2016 às 15h58min

Casal é amarrado, torturado e executado em Várzea Grande

Folha Max
A Polícia Civil investiga a morte de um casal que foi encontrado em óbito com as mãos amarradas em uma residência no bairro Nova Várzea Grande, em Várzea Grande, na noite desta quarta-feira (16). De acordo com a proprietária da casa, o homem e a mulher estavam pintando as paredes e dormindo no local.

A proprietária da residência relatou que esteve no local no último sábado (12) para entregar tinta ao casal. Ela achou estranho não conseguir mais contato com eles, que são de Tangará da Serra (247 km de Cuiabá), e estavam morando na casa enquanto faziam o serviço de pintura.

Desconfiada de que algo podia ter acontecido, a dona foi até a casa e encontrou os dois corpos no local. Assustada, a mulher acionou a Polícia Militar que mandou uma equipe até o local, onde os PMs constataram que as vítimas foram amarradas e até torturadas antes de morrerem.

A casa foi isolada até a chegada de peritos criminalistas e policiais civis, que liberaram os corpos para serem encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), onde serão feitos exames que irão constatar as causas das mortes.

Em conversa com os investigadores, a proprietária contou que o homem se chamava Manuel Messias dos Santos e que conhecia a mulher somente pelo nome “Elizabeth”. A moça também relatou que o casal tinha uma picape Saveiro, que não estava na casa, levantando a hipótese de um latrocínio (roubo seguido de morte).

Na tarde desta quarta-feira, a Polícia Civil também registrou a morte de um casal em uma residência no bairro Jardim Eldorado, em Várzea Grande. Conforme a Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), o motorista Orlando Rosa de Oliveira matou a esposa Divina Francisca da Silva com um disparo de arma de fogo e depois atirou contra a própria cabeça.  
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »