17/11/2016 às 18h38min - Atualizada em 17/11/2016 às 18h38min

Explosivos são apreendidos em garimpo entre os municípios de Marcelândia e Nova Santa Helena

Página Press
Redação
Divulgação

A Operação Midas, desencadeada pela 9ª Região Militar, teve início na última segunda-feira, por intermédio do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC/9).

Em um garimpo entre os municípios de Nova Santa e Marcelândia, foram apreendidas 149 unidades de emulsão explosiva encartuchada, 48 espoletas, 52m de cordel detonante e 7,5m de estopim. A segunda ocorrência foi em uma pedreira, também próxima ao município de Nova Santa Helena.

Na pedreira foi constatada a fabricação irregular de explosivos, sendo encontrados 5.500Kg de explosivo ANFO, aproximadamente 500 Kg de emulsão explosiva encartuchada, mais de 1.300 metros de cordel detonante e diversos acessórios explosivos. Ambos os locais não possuem autorização parao trato com PCE.

Os responsáveis pelos Produtos Controlados do garimpo e da pedreira foram conduzidos à delegacia pela equipe do BOPE.

As fiscalizações são realizadas com o apoio de Órgãos de Segurança Pública Especializados, como a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e o Batalhão de Operações Especiais (BOPE), em Pessoas Jurídicas que lidam com Produtos Controlados pelo Exército (PCE), com ênfase em explosivos, artigos químicos, armas e munições.

A assessoria do Exército Brasileiro informou ainda que as fiscalizações na região Norte de Mato Grosso, em empresas de extração de minério; prestadoras de serviço de detonação para construção civil; depósitos de explosivos e produtos químicos; e comércios de armas e munições resultaram em algumas apreensões.

Além da inspeção destas atividades, a ação também visa levar informação aos que trabalham com produtos controlados, buscando assim regular o trato correto, seguro e legalizado destes materiais.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »