18/11/2016 às 05h40min - Atualizada em 18/11/2016 às 05h40min

Paula Fernandes ganha o Grammy Latino de 2016; veja a lista dos vencedores

Brasil levou outras 9 estatuetas na premiação

Estado de Minas
 












































A mineira  Paula Fernandes ganhou o troféu de Melhor Álbum de Música Sertaneja pelo  “Amanhecer” nesta quinta-feira no  Grammy Latin.

Martinho da Vila e Elza Soares ganharam  por seus álbuns de samba e música popular brasileira.

Os dois intérpretes não foram a Las Vegas para receber o prêmio na cerimônia prévia à festa de gala, celebrada no T Mobile Arena.

"(Martinho da Vila) não está, certamente está na praia, lá no Brasil", disse Marcelo Castello Branco, que apresentou a premiação.

A cantora Céu ganhou na categoria música contemporânea, com o álbum Tropix.

"Estou muito feliz de representar o Brasil nesta festa latina", disse a cantora de 36 anos.

Ian Ramil, que também compete na categoria Melhor Novo Artista, compartilhou um Grammy com Scalene na categoria melhor álbum de rock em português.

"Dedico a todos os que fazem música pensando em dar um passo além da distração, da diversão, pensando em comunicar", disse Ramil, artista independente do sul do Brasil.

A 17ª edição dos prêmios Grammy Latinos, os maiores da música em espanhol e português, é celebrada nesta quinta-feira em Las Vegas.
Reprodução Instagram

Reprodução Instagram

Brasília

Os brasilienses da banda Scalene ganharam o prêmio Grammy Latino como melhor álbum de rock em português' por 'Éter', nesta quinta-feira. O grupo de Brasília se tornou conhecido nacionalmente ao classificar-se em segundo lugar no SuperStar, em 2015, desde então tornou-se um dos no nomes mais representativos do rock brasileiro. O Grammy Latino elege os destaques do ano que refletem uma mescla de compositores da música da América Latina.

A banda é formada por Gustavo Bertoni (guitarra e vocal), Tomás Bertoni (guitarra e tecclado), Lucas Furtado (baixo) e Philipe Nogueira (bateria e voz). No facebook, eles agradeceram aos fãs e se disseram surpresos com o prêmio. “Ainda não caiu a ficha. Ganhamos um Grammy”, escreveram. Scalene concorria ao troféu junto a Boogarins, com “Manual”, Ian Ramil, com “Derivacivilização”, Jay Vaquer, com “Canções de exílio”, e Versalle, com “Distante em algum lugar”.

Em entrevista concendia ao Correio Braziliense em setembro deste ano, os meninos comentaram a indicação. "Vemos essa indicação como o reconhecimento de um trabalho que vem sendo realizado de forma apaixonada, sem pensar em prêmios, algo que pode se tornar limitador. Mas por outro lado é uma honra ver o nome da banda ao lado de outros artistas importantes do nosso segmento", afirma o vocalista e guitarrista Gustavo Bertoni.

O Brasil levou outras 9 estatuetas na premiação. Confira a lista dos vencedores:

    Almir Sater & Renato Teixeira Melhor Álbum de Música de Raizes Brasileiras (Ar)
    Djavan Melhor Canção em Língua Portuguesa (Vidas pra contar)
    Elza Soares Melhor Álbum de Música Popular Brasileira (A mulher do fim do mundo)
    Paula Fernandes Melhor Álbum de Música Sertaneja (Amanhecer)
    Céu Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa e Melhor Engenharia de Gravação(Tropix) 
    Ian Ramil e Scalene Melhor Álbum de Rock em Língua Portuguesa (Derivacivilização e Éter)
    Martinho da Vila Melhor Álbum de Samba/Pagode (De bem com a vida)
    Anderson Freire Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa (Deus não te rejeita)
    Hamilton de Holanda Mejor Álbum Instrumental (Samba de Chico)
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »