18/11/2016 às 19h50min - Atualizada em 18/11/2016 às 19h50min

Gisele Bundchen chora ao ver região do “Arco do Desmatamento” no norte de Mato Grosso; Veja vídeo!

Olhar Conceito
Foto: Reprodução
Em visita ao estado de Mato Grosso para gravação do novo documentário do canal National Geographic, a modelo Gisele Bundchen se emocionou e chegou a chorar de tristeza ao avistar de cima a região do “Arco do Desmatamento”, em Alta Floresta, norte do estado. A modelo ficou hospedada no premiado “Cristalino Lodge”, uma das melhores acomodações do mundo em sua categoria. 

Segundo a assessoria do Lodge, que acompanhou a equipe do canal National Geographic e a modelo Gisele, a visita aconteceu durante o último mês de junho e durou cerca de uma semana. A conexão que a modelo brasileira tem com o meio ambiente era visivelmente perceptível, segundo a assessoria. “Foi muito gratificante recebê-la, não só por ser uma mulher famosa, mas por ser uma pessoa tão preocupada com a questão ambiental”, comentou a assessora. 

A emoção da modelo veio a tona enquanto ela e a equipe do documentário sobrevoavam a região do “Arco do Desmatamento”. Para a Revista Vogue, a modelo comentou o choque ao ver o desmatamento cercando a região de floresta protegida. “Tive que segurar as lágrimas várias vezes. Mas acho que um dos momentos que mais me chocaram foi ver o desmatamento de cima, onde se podia constatar claramente o lindo tapete verde que a nossa floresta é, e, logo ao lado, cortes geométricos enormes que pareciam não ter fim”, disse ela. 

A região visitada pela modelo é composta pelo Parque Estadual do Cristalino, duas áreas indígenas, a base aeronáutica da Serra do Cachimbo e ainda áreas de Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). Tal porção da floresta Amazônica é conhecida pela grande biodiversidade e também pela proximidade com regiões de grande desmatamento pela exploração madeireira e pecuária. 

O episódio gravado pela modelo do documentário foi ao ar na TV estadunidense no dia 16 de novembro. Confira teaser:



Cristalino Lodge

A acomodação que está localizada no Parque do Cristalino em Alta Floresta, cerca de 720 quilômetros de Cuiabá é um local especializado em ecoturismo responsável e observação de animais. Nas dependências do Lodge, o visitante pode desfrutar de 19 trilhas que levam a passeios pela floresta. São mais de 650 espécies de aves, 2 mil borboletas e muitos outros bichos raros para observação na região. 

O Lodge tem capacidade para 45 pessoas acomodadas, com permissão de 9 pessoas por vezes em cada trilha, respeitando o habitat natural. O local recebe cerca de 800 turistas por ano. O caminho até o local pode ser feito de ônibus partindo da capital Cuiabá, com duração do trajeto de 11h ou via voo direto e diário do aeroporto de Várzea Grande operado pela Azul Linhas Aéreas.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »