21/11/2016 às 17h03min - Atualizada em 21/11/2016 às 17h03min

Com chuva, parte de asfalto recém-construído é arrastado por "correnteza"

Olhar Direto
Patrícia Neves
Internauta
Parte do asfalto recém construído da MT-020 foi destruído na data de hoje, 21, na comunidade de Água Fria, um distrito pertencente ao município de Chapada dos Guimarães, a 64 km de Cuiabá. 

O trecho, de acordo com a Secretaria de Infraestrutura de Mato Grosso, passa por obras de asfaltamento desde o mês de março deste ano. Para apurar as circunstâncias da situação, o gestor da pasta, Marcelo Duarte, determinou que seja instaurado procedimento administrativo.

As obras - um total de 50 quilômetros - compreendem investimentos estaduais que chegam a R$ 27 milhões e foram lançadas em março deste ano visando o fomento ao turismo e à agricultura familiar.

Ainda conforme a Secretaria, duas empresas são as responsáveis pelos trabalhos de pavimentação da rodovia estadual: a Destesa Engenharia e Construções e a empresa Ensercon Engenharia. A obra de pavimentação ainda não foi finalizada. A previsão de entrega é para o final de 2017.
Ainda nesta tarde uma equipe técnica da Secretaria será encaminhada ao local para acompanhar a avaliação dos danos. A Defesa Civil do município de Chapada dos Guimarães foi procurada pela reportagem do 
Olhar Direto e informou que iria apurar o caso.  Por causa da situação, o trecho da MT-020 permanece interditado. 

Veja nota encaminhada pela Sinfra:
 
"As fortes chuvas desta segunda-feira (21.11) provocaram estragos em rodovias estaduais. De imediato, ao tomar conhecimento dos incidentes, o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), adotou providências para minimizar o impacto do temporal na Baixada Cuiabana.

Entre Chapada dos Guimarães e o Distrito de Água Fria, a chuva provocou o rompimento de parte da rodovia MT-020, que está recebendo obras de pavimentação. Rapidamente, a Sinfra acionou a empresa responsável pela obra para interditar o local e manter a segurança dos que trafegam pelo trecho. No trecho sem asfalto, maquinários da Sinfra já atuam para assegurar a trafegabilidade de veículos. 

O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, determinou que a equipe técnica da Sinfra abra uma investigação para identificar o porquê do rompimento.  A obra de pavimentação ainda não foi finalizada. A previsão de entrega é para o final de 2017.

Na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), que liga Cuiabá a cidade turística de Chapada, houve um deslizamento de parte do paredão na região do Portal do Inferno. A Sinfra acionou emergencialmente a equipe de manutenção para interditar a pista parcialmente e limpar os detritos que ficaram na rodovia. 

A Sinfra se coloca à disposição para outros esclarecimentos".
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »