26/11/2016 às 11h39min - Atualizada em 26/11/2016 às 11h39min

Morador de rua diz que pediu água e remédio antes de matar idosa em MT

Ele confessou à polícia que matou idosa porque ela começou a a gritar. Idosa de 76 anos foi morta em outubro em casa no Bairro Popular, em Cuiabá.

Do G1 MT
Izabel Queiroz Brandão foi morta no dia 29 de outubro (Foto: Reprodução/TVCA)

O morador de rua de 32 anos preso na quinta-feira (24) por ter assassinado uma idosa, de 76 anos, em uma casa no Bairro Popular, em Cuiabá, contou à polícia que pediu água e remédio à idosa antes matá-la. Izabel Queiroz Brandão foi encontrada morta dentro de casa por um dos filhos, no dia 29 de outubro. Ela estava caída de bruços, aparentando ter sofrido algumas pancadas no rosto e sangrando. O crime é tratado como latrocínio.

Ele foi preso quase um mês após o crime. O suspeito é morador de rua, sem residência fixa, e isso dificultou a identificação dele, para representação pela prisão na Justiça de Mato Grosso.
Em depoimento, o morador de rua disse tocou a campainha da casa e pediu que a idosa lhe desse um copo de água. Depois disso, ele também pediu remédio para feridas no pé. No momento em que ela retornou à casa, ele também entrou e anunciou o assalto.

O suspeito contou ainda que decidiu matar a idosa porque ela começou a gritar. Segundo a Polícia Civil, ele esganou a vítima com as mãos até a morte, depois arrastou o corpo para um dos quartos.

O morador de rua deixou o imóvel com um relógio, duas correntes e uma pulseira de ouro e um celular. De acordo com a polícia, ele chegou a trocar de roupa antes de deixar a casa. Ele já possui passagem por latrocínio e estava em liberdade há cerca de seis meses. O suspeito foi conduzido a uma unidade prisional de Cuiabá.

O caso
Conforme a família da vítima, a idosa não morava mais nessa casa e que tinha ido para o local durante o dia para fazer uma limpeza, pois pretendia colocá-la para locação. Quando começou a anoitecer, um dos filhos foi até a casa para procurar a mãe, já que ela não tinha voltado para a residência, e a encontrou morta.

Segundo o filho, a mãe costumava ajudar os usuários de drogas que costumam ficar perambulando pela região, dando comida a eles.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »