16/12/2016 às 22h03min - Atualizada em 16/12/2016 às 22h03min

Por aclamação, Maninho é eleito presidente da Chapecoense

Ex-presidente do Conselho Deliberativo assume a presidência do clube após a morte de Sandro Pallaoro; Ivan Tozzo, antes interino, voltará a ocupar a vice-presidência

Globo esporte
Plínio foi aclamado (Foto: Marcelo Siqueira/RBS TV)

Candidato único, Plínio David de Nês, o Maninho, foi eleito na noite desta sexta-feira como o novo presidente da Chapecoense. Ele, que era presidente do Conselho Deliberativo, assume o cargo pelo próximo biênio 2017-18.

- Assumimos uma condição que não esperávamos. O delineamento de toda a eleição se fazia de forma diferente. Mas, pelos desígnios de Deus, recaiu sobre quem ficou aqui a continuidade do trabalho. Os grandes feitos do Sandro, da diretoria, do Maurinho, o Jandir, pelo Décio, o Cleberson, o Cadu, que nos deixam sempre unidos. Continuarão fazendo parte da nossa diretoria - disse.

A eleição inicialmente ocorreria no último dia 14 e teria Sandro Pallaoro como indicado à reeleição. Com a morte do dirigente e de outros membros da chapa na tragédia com o voo da Lamia, o clube adiou o processo em dois dias. Apenas a chapa com Maninho participou e foi aclamada.

Ivan Tozzo, que assumiu a presidência interinamente após a morte de Pallaoro, voltará a ocupar o cargo de vice. Na semana passada, ele nomeou sua diretoria de futebol para começar a trabalhar na reconstrução do elenco: o diretor executivo Rui Costa, o diretor João Carlos Maringá e o gerente Nivaldo Constante, ex-goleiro que se aposentou depois do acidente, antes de completar sua partida de número 300 pela Chape. O treinador será Vágner Mancini.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »