03/12/2019 às 11h49min - Atualizada em 03/12/2019 às 11h49min

"Se julgadores analisarem ação com técnica, sairei vitoriosa"

Na véspera da data marcada para julgamento de recurso, senadora faz discurso na tribuna

Redação
A senadora por Mato Grosso, Selma Arruda (Arquivo/MidiaNews)

A senadora Juíza Selma (Podemos) utilizou a tribuna do Senado no final desta segunda-feira (2) para um discurso emocionado sobre o trabalho de combate à corrupção e a expectativa sobre o julgamento do seu processo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta terça-feira (3) em Brasília.

 

“Talvez eu seja a única brasileira que não pode se queixar da lentidão da justiça. Em razão disso, a gente pode até prever que o resultado não seja positivo. Mas eu penso que, de qualquer forma, o resultado será positivo diante disso tudo", afirmou.

 

"Vai trazer uma mensagem bastante positiva para todos nós porque, se a justiça for feita, se os julgadores analisarem o processo com técnica, se eles abandonarem a vontade política de alguns que estão lá pressionando para minha cassação, eu vou sair vitoriosa, todos nós sairemos vitoriosos  por termos visto a justiça prevalecer”.

“Mas se isso não acontecer, nós saímos vitoriosos de qualquer forma porque levamos daí uma lição muito importante, a lição de que toda luta ainda é pouca, a lição de que a gente precisa mesmo mudar esse país”,  falou a parlamentar.
 
A congressista disse ainda que, independente do resultado do seu julgamento, ela e todos que defendem o combate terão o que comemorar.
 
“A corrupção é um crime muito mais grave do que um homicídio, latrocínio, um estupro, do que qualquer coisa. A corrupção mata milhares de pessoas e passa batida. Ela não tem um nome, não tem uma vítima. Num latrocínio você tem a vítima, o cheiro do sangue, a arma, a materialidade. A corrupção não tem isso, ela é volátil, é um mal que está aqui, uma nuvem negra que está nos cercando”, disse a parlamentar.
 
Sobre o processo de cassação, Selma lembrou do apoio que tem recebido do eleitorado. “Cada um dos meus 678.542 votos, o que correspondeu a mais de 25% dos votos válidos do meu Estado. As pessoas com quem eu converso, com quem eu encontro na rua não me criticam por estar sendo processada, elas me elogiam porque sabem o que está acontecendo", afirmou.
 
Segundo Selma, ao invés de eu se sentir constrangida, a ela diz que está de cabeça erguida por estar sendo processada. “O meu processo foi um recorde como o senhor mesmo disse [fazendo referência a crítica do senador Eduardo Girão sobre a celeridade na tramitação do processo da parlamentar]”.
 
O recurso da senadora contra a cassação de seu mandato está pautado para ser julgado hoje no Tribunal Superior Eleitoral.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »