20/12/2019 às 12h51min - Atualizada em 20/12/2019 às 12h51min

Mulher esfaqueia e mata namorado após discussão em Lucas do Rio Verde

O casal teria tido uma briga por dívidas de drogas; a suspeita alegou que estava sendo enforcada pela vítima e que a atacou para se defender

REDAÇÃO
Reprodução - Internet

Um jovem de 22 anos, identificado como Geovane Santana Ferreira, foi morto com um golpe de faca na madrugada desta quinta-feira (19), na casa onde morava, no bairro Ipê Amarelo, em Lucas do Rio Verde (334 km de Cuiabá-MT). A suspeita do assassinato é a namorada, que confessou o crime.

Segundo o boletim de ocorrência, o caso ocorreu por volta de 0h30. A Polícia Militar foi comunicada do fato e se deslocou para averiguar a situação. A acusada, que apresentava sinais de embriaguez, contou que ela e o namorado são usuários de drogas e que o desentendimento entre ambos foi motivado por dívidas de entorpecentes.

O rapaz teria ordenado que a mulher quitasse as suas pendências com os traficantes e teria dito que os credores sabiam onde o filho da suspeita estudava.

A acusada teria se revoltado com a insinuação do jovem e o atacou com um tapa no rosto. Ele reagiu e passou a enforcar a namorada. Neste momento, segundo o relato, ela pegou uma faca de cozinha que estava em uma mesa e desferiu um golpe contra o peito de Geovane.

O jovem chegou a ser socorrido por uma equipe do 13º Companhia do Corpo de Bombeiros Militar. Ele foi levado para o Hospital São Lucas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

A mulher, de 35 anos, foi detida e encaminhada para a delegacia de polícia.

Na unidade policial, o delegado  Daniel Santos Nery, responsável pelo caso, entendeu que a vítima agiu em legítima defesa e deixou de efetuar a prisão em flagrante.

“Ela disse que ele estava com uma dívida e ele a pressionou. Eles discutiram, ele tentou enforcá-la. Ela aparentava estar desesperada e chorava muito. Ela disse que nunca imaginou que fosse tirar a vida dele com uma facada”, afirmou o delegado. 

O caso será investigado pela Polícia Civil.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »