26/12/2016 às 11h39min - Atualizada em 26/12/2016 às 11h39min

Deputado diz que Silval foi "paizão" dos servidores de MT

Para Romoaldo, reajustes concedidos na gestão anterior eram “necessários”

MÍDIA NEWS
CAMILA RIBEIRO
Marcus Mesquita/MidiaNews

O deputado estadual Romoaldo Júnior (PMDB) afirmou que o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) foi um “paizão” para os servidores públicos de Mato Grosso.

O parlamentar, que foi líder de Silval na Assembleia Legislativa, saiu em defesa do ex-gestor e disse que os aumentos salariais concedidos por ele ao funcionalismo eram necessários.

Os reajustes são uma das principais críticas feitas pela atual gestão em relação ao Governo passado. Por diversas vezes, o governador Pedro Taques (PSDB) já afirmou que seu antecessor concedeu aumentos salariais de forma “irresponsável”.

“Acho que o Governo Silval foi um grande pai para o servidor público. Sem dúvida nenhuma. Fui líder do Governo e acompanhei de perto a aprovação dos projetos. Ele foi um paizão para todos os servidores de Mato Grosso”, afirmou Romoaldo.

“Mas isso era necessário, tinham categorias que estavam há oito, 12 anos sem um realinhamento de suas tabelas salariais. Era necessário”, completou.

Ele admitiu, no entanto, que cabe agora a Taques “pagar a conta” das ações do passado.

“A conta chegou e tem que ser paga. Claro que teve impacto. E pior, logo em seguida ao aumento, veio a crise. E a crise estourou no governo Pedro Taques”, disse.

Ainda assim, Romoaldo disse que não cabe a atual gestão ficar tecendo críticas ao passado.

“Não é só culpar o passado. Acho que se a gente não tirar o olho do retrovisor e olhar para frente não vamos construir o Estado. Se o Governo é de transformação, é transformar com trabalho, olhando para frente, sem criticar”, concluiu.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »