17/01/2020 às 14h25min - Atualizada em 17/01/2020 às 14h25min

AL exonera servidor suspeito por assalto na casa de Janaina

Odnilton Gonçalo estava lotado no gabinete da própria deputada e tinha salário de R$ 9,6 mil

DOUGLAS TRIELLI
O assessor parlamentar Odnilton Gonçalo Carvalho Campos: exonerado da AL (Reprodução/Instagram)

O assessor parlamentar Odnilton Gonçalo Carvalho Campos, motorista da deputada Janaina Riva (MDB), preso no início do mês por suposto envolvimento no roubo a casa dela, foi exonerado de suas funções na Assembleia Legislativa.

 

De acordo com secretário de Gestão de Pessoas do Legislativo, Elias Pereira dos Santos, a exoneração foi feita a pedido do gabinete da deputada Janaina Riva (MDB), no qual ele era lotado.

 

Odnilton está preso desde 06 de janeiro. A exoneração ocorreu no dia 09, mas a publicação ainda não foi feita.

 

“Primeiro vem o pedido do gabinete, depois meu setor faz um ato de exoneração, que tem que colher uma assinatura do primeiro secretário [Max Russi] e do presidente [Eduardo Botelho] para fazer a publicação. Devido a essa correria da semana passada, com a votação da Reforma da Previdência, tivemos dificuldades para pegar algumas assinaturas. Mas será publicado em breve”, explicou Elias ao MidiaNews.
 

Odnilton Gonçalo tinha um salário de R$ 9,6 mil. Ele é um dos principais alvos da Operação Judas Iscariotes, deflagrada no dia 06 de janeiro pela Polícia Civil.

 

Segundo a Bíblia, Judas Iscariotes era um dos 12 apóstolos de Jesus Cristo e o traiu, entregando-o aos seus captores em troca de 30 moedas de prata.

 

Por meio de nota, Janaina apenas disse que recebeu a notícia da prisão com surpresa, visto que o motorista era um dos braços direitos da família.

 

O caso

 

Na madrugada do dia 24 de dezembro, dois assaltantes haviam invadido a casa onde mora a deputada estadual e o marido dela, o empresário Diógenes Fagundes, filho do senador Wellington Fagundes.

 

De acordo com o boletim de ocorrência elaborado pela Polícia Militar, o roubo à residência do casal ocorreu por volta de 1h15, quando eles dormiam.

 

Segundo Diógenes, eles acordaram já com dois bandidos armados dentro do quarto deles, apontando uma arma e anunciando o assalto.

 

A casa da deputada possui câmeras de segurança, que flagraram o momento em que a dupla invadiu o local. Conforme o relato do BO, as imagens mostram que os assaltantes não tiveram dificuldade em abrir o portão eletrônico porque possuíam um controle clandestino.

 

O Boletim relata que os bandidos agiam de forma truculenta e agressiva, exigindo dinheiro e jóias.

 

Eles pegaram uma quantia não informada em dinheiro, além dos celulares das vítimas, fugindo em seguida.

 

Segundo o marido de Janaina, os assaltantes ficaram na casa por cerca de 10 minutos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »