30/01/2020 às 11h55min - Atualizada em 30/01/2020 às 11h55min

Homem não aceita separação e coloca fogo em apartamento com ex dentro

Ela teria pedido separação e ainda teria pego uma mala do marido para colocar suas roupas.

O Bom da Notícia
Reprodução

Violência doméstica por pouco não termina em morte no bairro Quilombo em Cuiabá. Um homem de 49 anos espancou a ex-companheira, de 41 anos, jogou um litro de álcool no apartamento dela e ateou fogo.
 

Ela conseguiu correr e chamou a Polícia Militar. A ocorrência foi registrada nesta quarta-feira (29).  

 

O suspeito foi preso, mas na Central de Flagrantes passou mal e teve que ser levado para o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), onde está internado sob escolta policial. 

 

A mulher relatou à Polícia Militar que antes do incêndio o casal, teve uma discussão e foi surrada com chinelo. Ela teria pedido separação e ainda teria pego uma mala do marido para colocar suas roupas.

 

Raivoso, ele foi até a dispensa, pegou um litro de álcool, derramou pela casa e ateou fogo. A vítima e a mãe dela conseguiram deixar o apartamento.

 

Policiais militares que realizavam rondas pela Avenida Presidente Marques relatam que perceberam um grupo de pessoas na rua, que acenavam exaltadas para a viatura. Eram os moradores que já haviam deixado o prédio.

 

Os policiais acionaram o Corpo de Bombeiros, mas para evitar que o fogo tomasse proporções maiores, iniciaram o trabalho de combate às chamas e chegaram a arrombar portas e janelas.

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para atender o acusado e o liberou. Ele e a mulher foram encaminhados para a Central de Flagrantes.

 

Já na delegacia, o homem começou a se queixar de dores e passou a ter dificuldades para respirar, devido à quantidade de fumaça inalada. O Samu foi novamente acionado e o acusado levado para o HMC.

 

O Corpo de Bombeiros informou que usou um caminhão pipa e cinco militares para extinguir o fogo. Como os policiais militares e a população já tinham usado os extintores, o fogo não se espalhou e o trabalho dos Bombeiros foi rápido.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »