02/02/2017 às 17h09min - Atualizada em 02/02/2017 às 17h09min

MPF investiga fraudes em convênio na Unemat

Dono de construtora também era proprietário de empresa de capacitação

Redação

Apurar supostas irregularidades ocorridas na execução do Convênio nº 771800/2012, firmado entre o Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). É o que determina o inquérito civil instaurado pelo Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF), por meio da sua unidade em Cáceres.

De acordo com o procedimento preparatório que antecedeu o inquérito, o convênio tinha a finalidade de capacitar a equipe de servidores da Unemat, composta por técnicos da educação superior e docentes. Dessa forma, foi contratada uma empresa para atender essa finalidade.

Ademais, a Unemat, com recursos oriundos do Convênio nº 701392/2011 do FNDE, ainda teria contratado uma empresa para construção de bloco de laboratórios em sua cidade universitária, sendo que o proprietário da construtora seria o mesmo da empresa contratada para promover a capacitação. O representante legal da empresa contratada pela Unemat deve manifestar-se no prazo de 20 dias para prestar esclarecimentos sobre os fatos relativos ao inquérito civil, apresentando documentação comprobatória de suas afirmações.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »