12/01/2021 às 19h13min - Atualizada em 12/01/2021 às 19h13min

Idoso de 82 anos ‘prende’ funcionária em quarto e pede para mamar

Acusado ainda teria dito que se não fosse para manter relações sexuais com ele, a funcionária não tinha serventia.

MÁRIO ANDREAZZA
Reprodução

Uma mulher de 37 anos, nome não divulgado, que trabalhava como funcionária doméstica na casa de um idoso de 82 anos, denunciou o patrão à polícia após ela sofrer assédio sexual, moral e cárcere privado na residência do acusado, em Sorriso (420 km da Capital).

De acordo com a ocorrência, a mulher trabalhava para o idoso há pouco tempo, no entanto, nos últimos dias o patrão teria pedido para que a funcionária se mudasse para casa dele, já que tinha quarto vago e ela poderia morar lá.

Após a mudança recente, a vítima começou a sofrer os assédios. Segundo ela, o idoso falava que a funcionária tinha ‘seios bonitos’ e que ele queria dar uma ‘mamada’.

Diante da recusa, o patrão comunicou à vítima que “se fosse para ela morar na casa dele teria que manter relações sexuais, caso contrário, a funcionária não tinha serventia”. Em seguida, o acusado trancou a funcionária no quarto e a manteve presa.

A vítima, para se salvar, conseguiu pular a janela do cômodo e pedir ajuda a vizinhos, quando descobriu pelas testemunhas que o idoso já tinha histórico de assediar as mulheres que contratava para trabalhar na casa dele, inclusive, com intervenção da polícia.

A mulher seguiu para a Delegacia de Polícia Civil, onde relatou os fatos e ressaltou que todas as suas coisas estão na casa do patrão e que ele não a deixa retirar seus pertences, inclusive seus documentos pessoais.

A ocorrência foi registrada por crimes de assédio sexual, cárcere privado e preservação de direito e os investigadores tomaram as providências cabíveis ao caso.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...