12/02/2017 às 13h42min - Atualizada em 12/02/2017 às 13h42min

Anderson Silva volta a vencer no UFC 208

Gazeta Esportiva
Anderson volta a vencer no UFC após quatro anos – Divulgação/Josh Hedges

O UFC realizou na noite deste último sábado, a edição 208 em Brooklin, Nova York.

Contando com o retorno da lenda brasileira, Anderson Silva enfrentando a promessa americana Derek Brunson, o evento também teve sua primeira luta pelo cinturão inaugural até 65kg.

Retornando ao octógono após estar afastado desde julho de 2016, Anderson estava a quatro anos sem conquistar uma vitória no Ultimate.

Em uma luta praticamente toda em pé, Anderson e Derek mostraram muita ação durante os três rounds.

Apostando em misturar contragolpes com chutes, o brasileiro chegou a ser atingido por Brunson em algumas oportunidades.

Mostrando evolução com mais de oito defesas de quedas, Spider anulou as tentativas do americano que só conseguiu derrubar apenas uma vez durante o combate.

Em contrapartida, Brunson apostou no volume de golpes, acertando diversos socos no rosto de Spider, o que gerou dúvidas nos fãs quanto ao resultado que foi favorável a Anderson em anúncio feito por Bruce Buffer, vencendo por decisão unânime.

Emocionado, Spider agradeceu o apoio dos fãs e reconheceu a dificuldade de enfrentar oponentes mais novos do que ele.

“Obrigado a todos, eu faço isto por vocês. Eu amo lutar, estes caras são mais velozes do que eu mas dou todo meu coração (na luta).” agradeceu o lutador.

Nova campeã peso pena, a primeira na história do UFC…

Na luta principal, a holandesa Germanie De Randamie surpreendeu a ex campeã peso galo feminina, a americana Holly Holm.

Em um duelo de cinco rounds, De Randamie apostou em seu jogo de kickboxing para neutralizar as ações da americana.

Com socos pesados e joelhadas no clinch, Germanie chegou a ser advertida após acertar um soco em Holly após o gongo em duas oportunidades.

Sem a punição do árbitro, a holandesa acabou fazendo história ao ser a primeira mulher de seu país além de ser a quarta européia a conquistar um cinturão do UFC, se juntando ao irlandês Conor McGregor, ao inglês Michael Bisping e a polonesa Joanna Jedrzejczyk.

Jacaré finaliza Boestch e pede luta por título…

Considerado o principal representante brasileiro no peso médio atualmente, o lutador Ronaldo Jacaré deu mais uma demonstração de suas habilidades no octógono.

Encarando o americano Tim Boestch. o lutador não encontrou dificuldades para vencer a luta por finalização ainda no primeiro round, com uma kimura.

Após a vitória, Jacaré pediu novamente a oportunidade de disputar o título da categoria.

“Quero lutar pelo título. O Bisping (inglês que é dono do cinturão da categoria) está correndo de mim. Quanto mais tempo eles me deixarem longe da luta do título, eu voltarei mais treinado.” desabafou o brasileiro.
 

Além de Spider e Jacaré, os brasileiros Glover Teixeira e Wilson Reis venceram seus duelos no UFC 208.

Usando estratégia parecida, levando a luta ao solo, Glover superou Jared Cannonier enquanto Reis venceu o japonês Ulka Sasaki.

A única derrota brasileira foi com Roan Jucão que acabou sendo superado pelo americano Ryan LaFlare, na decisão dos juízes.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »