21/04/2021 às 11h35min - Atualizada em 21/04/2021 às 11h35min

Família de George Floyd comemora condenação de Derek Chauvin, ex-policial acusado de o matar

Chauvin, de 45 anos, respondeu a três acusações de assassinato e homicídio culposo.

Família de George Floyd comemora sentença de Derek Chauvin (Reprodução)

O ex-policial Derek Chauvin, de 45 anos, foi considerado culpado de todas as acusações pela morte de George Floyd na última terça-feira (20), em Minneapolis, nos Estados Unidos. Chauvin respondeu a três acusações de assassinato e homicídio culposo pelo ocorrido no dia 25 de maio de 2020. Um vídeo publicado nas redes sociais mostra o momento em que o veredito foi lido e a família de Floyd comemora a decisão do júri.

O caso tomou repercussão mundial e motivou protestos contra a injustiça racial e a violência policial em diversos países. Uma das imagens que mais repercutiram foi a de Chauvin ajoelhado sob o pescoço de Floyd, que ficou imobilizado, com o rosto pra baixo e algemado por mais de nove minutos, dizendo "não consigo respirar".

O procurador Steve Schleicher mencionou o vídeo, gravado por uma testemunha. "Podem acreditar no que viram. Não se tratou de vigilância policial, mas de assassinato", observou Schleicher. "Nove minutos e 29 segundos de chocante abuso de autoridade", destacou o procurador.

Nas redes sociais, o vídeo da comemoração da família de Floyd tem viralizado. Todos aparecem assistindo atentamente a decisão do júri. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »