27/04/2021 às 09h51min - Atualizada em 27/04/2021 às 09h51min

Após 70 dias, deputado de MT que se recupera da Covid volta a andar; vídeo

Valdir Barranco realiza fisioterapia em hospital de São Paulo

REDAÇÃO
Reprodução

Em um vídeo divulgado em suas redes sociais na noite desta segunda-feira (26), o deputado estadual Valdir Barranco (PT) aparece dando os primeiros passos após 70 dias. Barranco trava uma luta contra a Covid-19 desde fevereiro deste ano e ficou mais de 50 dias somente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Incor, em São Paulo. 

"Foram 40 passos lentos e curtos, mas que o levam cada vez mais firme para sua cura definitiva e consequente alta hospitalar", diz trecho da publicação. 

No vídeo, o deputado é apoiado por fisioterapeutas e conta com auxílio de um aparelho. "Na enfermaria, o deputado segue estável e realiza o tratamento de reabilitação muscular", completa a nota.

Na última semana, o parlamentar retornou a um leito comum do Hospital Incor, em São Paulo. Barranco publicou seu retorno a uma enfermaria nas redes sociais. 

Apesar de ter perdido muito peso, a assessoria garante que seu estado de saúde é bom. Segundo o boletim médico, o petista está sem febre há alguns dias e segue com tratamento de fortalecimento muscular.

"O deputado está mais contente e otimista com os resultados cada vez mais positivos dos exames de monitoramento e confiante de que o pior já passou", afirma a nota.
Ainda não há previsão de alta para o deputado.

HISTÓRICO

Barranco foi diagnosticado com Covid-19 ainda em fevereiro deste ano em Cuiabá. O quadro dele se agravou e, no final daquele mês, foi intubado e transferido para o hospital em São Paulo.

Na unidade de saúde paulista, o parlamentar veio apresentando melhora gradativa.  Ele despertou no último dia 17 de março, 6 dias após a equipe médica ter iniciado a retirada total da sedação.  

No início do mês, ainda na UTI, gravou uma mensagem e disse que estava se cuidando para receber alta para poder “viver e trabalhar”. Na última quinta-feira (8), após 52 dias na UTI, foi para um leito comum. Porém, em 14 de abril seu quadro teve uma pequena regressão e precisou voltar para uma semi UTI, de onde saiu na última segunda (20).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »