29/04/2021 às 09h56min - Atualizada em 29/04/2021 às 09h56min

Mauro: Agro comeu pão que o diabo amassou e sustenta economia do país

Para o governador, o agronegócio brasileiro tem de ser "mais reconhecido e respeitado" pela população do país

SÍLVIA DEVAUX
Repórter MT
Governador Mauro Mendes diz que MT é o maior estado dentre os 27 (Mayke Toscano/Secom-MT)

O governador Mauro Mendes (DEM) disse nesta quarta-feira (28), em live do portal Valor Econômico, que hoje é fácil as pessoas olharem para o agronegócio e dizerem: ah, esses caras [agricultores] estão ganhando muito dinheiro, mas ninguém sabe que já sofreram e comeram o “pão que o diabo amaçou".

Se o hoje o Mato Grosso tem uma economia agrícola muito competitiva, tecnificada e competente, argumentou o governador, é em razão de 20, 40 e 100 anos de história de milhares de brasileiros que deixaram sua origem, vieram para cá e venceram muita dificuldade. 

O setor do agronegócio brasileiro tem de ser "mais reconhecido e respeitado" pela população do país, "porque é ele que tem salvado a nossa balança comercial ao longo de décadas. Por tantos e tantos anos é o setor que gerou superávit, é um setor importante para a economia brasileira", disse.

Dentro desse contexto da importância que o agro tem para o Brasil, assinalou ainda, que Mato Grosso é o maior estado dentre os 27 da Federação, o maior produtor de  soja, algodão, carne bovina, milho e do etanol de milho.

Além de ser o primeiro, Mauro lembrou que "somos um dos poucos estados do Brasil e uma das poucas regiões do Planeta que pode dobrar a produção de alimentos os próximos 10 anos, respeitando o meio ambiente sem derrubar uma árvore".


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »