14/10/2016 às 18h25min - Atualizada em 14/10/2016 às 18h25min

Eder ingressa com novo pedido de HC no STJ

Ex-secretário foi preso após violar normas de uso de tornozeleira eletrônica

Folha Max

Investigado na "Operação Ararath" e preso no Centro de Custódia da Capital (CCC) após ter violado as normas de uso da tornozeleira eletrônica, o ex-secretário de Fazenda de Mato Grosso, Eder Moraes Dias, entrou com pedido de liberdade no Superior Tribunal de Justiça (STJ. O pedido de habeas corpus será analisado pelo ministro Antônio Saldanha Palheiro, da Sexta Turma.

Eder Moraes foi preso pela última vez Polícia Federal na manhã do dia 26 de agosto. A prisão preventiva de Eder Moraes foi autorizada pelo juiz da 5ª Vara Federal de Mato Grosso, Jeferson Schneider, diante das seguidas violações ao uso da tornozeleira eletrônica.

A primeira prisão por violação do equipamento ocorreu em dezembro de 2015. No entanto, ele obteve decisões garantindo sua liberdade para que pudesse exercer o direito de se manifestar sobre as acusações de tentar "burlar" a regra do monitoramento.

As justificativas do ex-secretário não foram aceitas por duas vezes pelo magistrado, que determinou seu retorno a prisão. 

Éder Moraes é apontado como o operador de um amplo esquema de lavagem de dinheiro e crimes contra o sistema financeiro nacional. Ele já foi condenado em duas ações penais decorrentes da Operação Ararath totalizando 81 anos de prisão.

Ainda cabe recurso da decisão aplicada pela Justiça Federal de Mato Grosso.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »