15/10/2016 às 12h21min - Atualizada em 15/10/2016 às 12h21min

Advogado alega inocência de um dos suspeitos presos pela polícia por crime

Nortão Notícias
Os advogados Leandro de Assis e Julio da Silva enviaram ontem a tarde uma nota a imprensa de Sinop e região alegando que o cliente deles, senhor Weslen Kaique Araújo dos Santos, não teria participado do homicídio de duas pessoas no interior do município de Cláudia, entre as vítimas estava um sargento da polícia militar aposentado.

Weslen foi um dos quatro suspeitos detidos pela Polícia Civil horas depois dos corpos serem encontrados. Diz a nota: "Weslen não teve envovimento com o crime em questão e foi liberado na tarde desta sexta-feira". O jovem, que tem 19 anos, ainda segundo a nota, responderá pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

No entanto os delegados responsáveis pela investigação ainda não se falaram sobre o caso e o envolvimento no crime.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »