19/10/2016 às 17h46min - Atualizada em 19/10/2016 às 17h46min

CPI contata desvios de R$ 541 milhões e pede indiciamento de Silval e Riva

Ao todo, foram indiciados 96 pessoas, 16 empresas e 7 consórcios

Folha max

O relatório das CPI das Obras da Copa do Mundo pediu o indiciamento de 96 servidores públicos, 16 empresas e 7 consórcios de empresas. Entre os agentes públicos, estão o ex-governador Silval Barbosa (PMDB), o ex-deputado José Riva e ainda do ex-secretário da Copa do Mundo, Maurício Guimarães.

Outra conclusão do relatório, é o desvio de R$ 541 milhões. Foi pedido a devolução destes recursos.

A maior parte dos valores solicitados, R$ 315 milhões, se referem a obra do VLT. Outros R$ 109 milhões se referem a obras da Arena Pantanal e R$ 115 milhões nas demais obras de mobilidade urbana.

O presidente da comissão, deputado Oscar Bezerra (PSB), ainda não detalhou a conduta de cada um dos indiciados. O relatório da CPI está sendo apresentado a imprensa e será entregue ao presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB), para ser votado em plenário.   

Ainda compõem a comissão, os deputados Mauro Savi (PSB), Silvano Amaral (PMDB) e Wagner Ramos (PSD).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »