22/10/2016 às 18h05min - Atualizada em 22/10/2016 às 18h05min

Thalles decide, Vasco volta a vencer fora e fica mais perto do acesso

Uol
Gol da vitória do Vasco saiu logo após a substituição de Júnior Dutra (foto)

O Vasco deu na tarde deste sábado mais um passo em direção à elite do futebol brasileiro. Pressionado pelos últimos resultados (três derrotas em quatro jogos), o time carioca voltou a jogar bem  - apesar de sofrer para balançar as redes - e contou com a estrela de Thalles para bater o Paraná por 1 a 0 em Cariacica, em jogo válido pela 32ª rodada da Série B.

Mais importante que colocar o Vasco novamente na cola do Atlético-GO, que ainda entre em campo neste sábado, a vitória deixa o time carioca com 57 pontos, a seis do quinto colocado, com apenas mais seis rodadas pela frente. Um resultado para deixar o acesso ainda mais próximo.

O Paraná, por sua vez, segue estacionado nos 36 pontos e perde a oportunidade de se afastar de vez da zona de rebaixamento – que continua a seis pontos de distância.

Agora, o Vasco volta aos gramados na próxima quarta-feira, quando recebe o concorrente direto Avaí em São Januário, às 21h45, pela 33ª rodada da Série B. O Paraná joga dois dias depois, sexta-feira, contra o Bragantino, no Durival de Britto.

Thalles decide em cinco minutos

Thalles precisou de cinco minutos para balançar as redes em Cariacica. Ele foi a campo aos 14min na vaga de Júnior Dutra. Em seu primeiro lance, ganhou uma dividida e deixou Nenê em condições de finalizar. Na jogada seguinte, não perdoou. Após cruzamento de Júlio César, ele dominou com tranquilidade e finalizou com categoria no canto para abrir o placar, aos 19min.

Júnior Dutra não aproveita chance

Júnior Dutra ganhou mais uma chance de mostrar serviço no time titular do Vasco, mas não aproveitou. Até começou bem, mas depois caiu de produção e acabou substituído justamente por Thalles, que acabou decidindo a partida a favor do Vasco.

Será que não vai entrar?

Com a dupla de criação Nenê/Andrezinho funcionando, o Vasco conseguiu criar uma série de oportunidades na etapa inicial. O que não estava funcionando, porém, era a conclusão. Só Douglas Luiz teve três ótimas chances, uma delas incrivelmente perdida pelo volante depois de um rebote do goleiro; com o gol livre, ele finalizou por cima do gol. A história só foi mudar na etapa final.

Torcida não perdoa falta de gol no 1ºT

Com três derrotas nos últimos quatro jogos, o Vasco foi a campo pressionando e precisou encarar uma leve pressão da torcida na saída do primeiro tempo, mesmo após diversas chances de gol criadas. Após o apito do juiz, algumas vaias puderam ser ouvidas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »