24/10/2016 às 17h07min - Atualizada em 24/10/2016 às 17h07min

Homem surta, ameaça médicos com bisturi e destrói sala da UPA

Após o episódio, Sindicato dos Médicos vai cobrar medidas judiciais por mais segurança nas unidades

Yuri Ramires
Mídia News
Reprudução

O Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed) vai acionar o município na Justiça por falta de segurança em unidades de saúde de Cuiabá.

A medida foi tomada após um paciente surtar e destruir uma sala da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), na madrugada de domingo (23), no Bairro Morada do Ouro, em Cuiabá.

A informação é da médica Eliana Siqueira, presidente do Sindimed. O paciente, em um surto, colocou em risco a vida de outros pacientes e da equipe plantonista.

A ocorrência começou quando S.C.N.G. estava em sua casa, no Bairro CPA IV, e ameaçou sua família, quebrando vários objetos, chegando a ficar ferido.

A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados e encaminharam S. até a UPA da Morada do Ouro.

Familiares comentaram que ele faz uso de bebida alcoólica e que apresenta um comportamento agressivo quando está sob o efeito do álcool.

Na unidade de saúde, ele foi medicado e permaneceu “calmo” por alguns instantes.

Assim que a equipe da PM deixou o local – para atender uma ocorrência de roubo –, o paciente voltou a surtar.

Ele quebrou a mesa e o armário da sala de sutura. Com um bisturi, ele ameaçou toda a equipe de plantão que estava no local.

Os policiais voltaram para a UPA, e tiveram que usar força para deter o homem, que foi encaminhado para a Central de Flagrantes.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »