24/10/2016 às 18h16min - Atualizada em 24/10/2016 às 18h16min

Rússia descarta trégua humanitária em Aleppo e critica ONU

Efe
Milhares estão passando fome e sem remédio na cidade síria de Aleppo, que foi devastada pela guerra com o Estado Islâmico Foto: Getty Images

A Rússia descartou nesta segunda-feira (24) uma nova trégua humanitária na cidade de Aleppo, no norte da Síria, até que a oposição rompa com os jihadistas e criticou a atitude da ONU durante o cessar-fogo.

"Levaremos em conta a postura da ONU, que deve trabalhar devidamente com os opositores, e com aqueles que financiam esses grupos", disse o vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Gennady Gatilov, à agência "Interfax".

O diplomata russo advertiu que, se a oposição não mudar de atitude, "não faz sentido falar de novas pausas humanitárias que são utilizadas pelos guerrilheiros para reagrupar suas forças e para reabastecer suas reservas".

"Mais ainda, de que adianta trégua mais longa se pode falar quando esses três dias não foram aproveitados?", disse Gatilov, em alusão à proposta da Alemanha de declarar uma pausa humanitária mais longa em Aleppo.

O vice-ministro russo também lamentou que as agências humanitárias da ONU não conseguissem aproveitar a pausa para garantir a saída do leste de Aleppo dos civis necessitados de ajuda.

Vídeo mostra rebeldes sírios rompendo cercado à cidade de Aleppo


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »