20/10/2017 às 18h33min - Atualizada em 20/10/2017 às 18h33min

Preso, homem que matou esposa na frente das filhas alega surto psicótico

Imóvel do casal onde Abel matou a companheira (Otmar de Oliveira/Reprodução)

Abel Cassimiro da Silva, 32, foi preso na manhã desta sexta-feira (20), pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça relativo ao crime de feminicídio. Na semana passada, no dia 13 de outubro, ele matou a esposa dele, Ana Paula Assunção da Silva, 28, a facadas, na residência do casal localizada no bairro Novo Paraíso 2, em Cuiabá. 

A vítima foi morta de forma brutal na frente das filhas de 3 e 5 anos e um bebê de 6 meses. Em um ataque de fúria, depois de um desentendimento motivado pelo fato da mulher ter descoberto uma traição, Abel desferiu um golpe de faca contra a mulher, ainda dentro da casa. Ele é investigado em inquérito policial, conduzido pelo delegado Marcelo Miranda Muniz.

Ana Paula conseguiu correr até a casa de uma vizinha, mas não houve socorro. Foi alcançada pelo marido, na porta da vizinha e arrastada para rua, onde ele terminou de esfaqueá-la. Ela morreu no local e o criminoso fugiu em seguida.Ele já havia ameaçado ela de morte uma semana antes

Na última segunda-feira (16), o delegado Marcelo Miranda representou pela prisão do homicida e a ordem foi expedida no mesmo dia pela 1ª Vara de Violência Doméstica de Cuiabá. Diligências foram efetuadas pelos investigadores da DHPP, mas o suspeito não havia sido localizado.

Nesta sexta-feira (20), diante de contato da delegada Juliana Chiquito Palhares com o advogado do suspeito, ele se apresentou na unidade policial, onde foi notificado da ordem de prisão e interrogado.

A delegada informou que o preso alegou um surto psicótico e não lembra da morte, mas confessou que houve discussão entre o casal, dizendo ainda que a mulher o ameaçava de morte e o perturbava. Ele será apresentado em audiência de custódia e depois ficará recolhido em uma unidade prisional. (Com informações da assessoria da PJC)


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »