22/10/2017 às 16h32min - Atualizada em 22/10/2017 às 16h32min

Joaquim admite ataques a Pedro Taques

Gazeta Digital
JANAIARA SOARES

“Eu não quero ‘fulanizar’, mas se for preciso eu vou”, disse o pré-candidato ao governo do Estado, Antonio Joaquim sobre a expectativa de debate na disputa eleitoral de 2018. Ele ressalta que espera um debate de alto nível, mas antecipa que está pronto para qualquer embate. 

"Eu estou preparado para qualquer ambiente. A população merece um debate político verdadeiro porque se não fica na fulanização no xingamento e a sociedade não aceita mais isso. A eleição será de nível adequado, mas também não vou fugir, posso fulanizar também”, disse.

Joaquim antecipa que tendo em vista que o seu principal adversário no próximo pleito deverá ser o governador Pedro Taques (PSDB), não deixará de citar as investigações e escândalos que ocorreram na gestão do tucano. Entre esses fatos, cita a investigação de licitações fraudulentas na Secretaria Estadual de Educação e o esquema de escutas telefônicas ilegais que foi descoberto na atual administração com a participação de vários membros do staff de Taques.

“A pessoa não pode se sentir ofendida se isso for exposto porque aconteceu e pelo o que está sendo apresentado foi dentro do palácio, com vários secretários envolvidos e isso é muito sério. Se ele não achar que isso não é sério é uma realidade da cabeça dele”, disse Joaquim.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »