22/10/2017 às 17h30min - Atualizada em 22/10/2017 às 17h30min

Jornalista volta a ser vítima de machismo

Júlia Goulart, que já passou por situação semelhante, afirma ter gravações e que levará o caso ao Ministério Público para punir agressores

O DIA
Júlia Goulart, da Rádio Galera, foi vítima de machismo (Reprodução Twitter)

Santa Catarina - A partida entre Criciúma e Internacional, válida pela 31ª rodada da Série B, terminou com vitória do time colorado. Entretanto, a torcida gaúcha teve uma grande derrota fora do gramado. A repórter Júlia Goulart denunciou casos de machismo, sendo hostilizada por dezenas de torcedores presentes no estádio Heriberto Hülse.

A jornalista, da Rádio Galera, já passou por situação parecida no início deste mês, quando foi ofendida por torcedores do São José-RS. Na ocasião, entretanto, os agressores se restringiram a apenas cinco ou seis.

Segundo Júlia, desta vez foram por volta de trinta colorados, incluindo mulheres e crianças, que a chamaram de "p*** e v****", como contou a repórter em entrevista ao Torcedores.com.

O episódio aconteceu quando a jornalista estava no gramado, para participar de entrevistas com os jogadores. Junto com seu colega de trabalho, Júlia registrou as ofensas e promete que levará a denúncia ao Ministério Público, para que todos sejam identificados e punidos.

 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »