21/11/2017 às 20h35min - Atualizada em 21/11/2017 às 20h35min

Trecho de asfalto recém-construído em Avenida começa a ceder em Marcelândia

PÁGINA PRESS
Redação
Foto:Internauta
Aparentemente o asfalto é novo, mas já está tomado por buracos e afundando. A situação é de um trecho da Avenida Colonizador José Bianchini, próximo à Pronorte Colonização, com a rua Arapongas e já preocupa e intriga os moradores que passam por aquele trecho da avenida.
 
O asfalto recém-construído cedeu em sua base, na região da galeria e caixa de captação de água, recuando o nível do asfalto para baixo também, no local mais próximo da caixa. A denúncia é de um morador daquela região, por meio do canal você repórter, do Portal Página Press.
 
Segundo o internauta, a fissura já existia no asfalto, e aumentou após a intensa chuva que caiu na noite de segunda-feira (20) e madrugada de hoje, fez com que os buracos ficassem ainda maiores. Ainda segundo o denunciante, a péssima qualidade do asfalto e a falta de drenagem é a principal causa de buracos e rachaduras no asfalto.
 
A reportagem do Página Press esteve vistoriando e constatou que a falta de drenagem em vários trechos do asfalto. Entre eles, rachaduras, descontinuidade do asfalto faz com que os problemas tende a aumentar com as chuvas. “Além do desperdício do dinheiro público, o pavimento terá que passar por trabalho de reparo, causando transtornos no trânsito e para a população”, afirmou Mizael Duarte, editor-chefe do site Página Press.  
 
“As consequências de uma obra executada indevidamente afetam diretamente a vida de todos, uma vez que o gasto com reparos aumenta o custo de uma pavimentação que não deveria apresentar falhas dessa magnitude em tão pouco tempo”, concluiu Mizael. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »