22/11/2017 às 23h24min - Atualizada em 22/11/2017 às 23h24min

PDT ganha 2 deputados e já prevê Mauro governador em 2018

Deputado afirmou que quer disputar vaga no Senado em 2018

Folha Max
LEONARDO HEITOR
“Mauro Mendes será o novo governador de Mato Grosso”. A previsão é do deputado estadual e presidente estadual do PDT, Zeca Viana, que afirmou ver com bons olhos a candidatura do ex-prefeito de Cuiabá ao palácio Paiaguás, em 2018.

O parlamentar também admitiu que sua meta para 2018 é concorrer a uma vaga ao Senado pelo bloco de oposição ao governador Pedro Taques (PSDB). “Eu, particularmente, gosto muito do ex-prefeito Mauro Mendes. Ele parece que agora resolveu sim aderir e será candidato. Não tenho dúvidas, que caso ele realmente seja candidato, será o futuro governador do Estado com todas as letras, pois viajo por todo Mato Grosso e sei como as pessoas brilham os olhos quando se fala de Mauro Mendes”, afirmou Viana.

O parlamentar trata como decepção o governo de Pedro Taques nos últimos três anos, que acredita que a oposição deve se unir contra o tucano. “Acredito que Mato Grosso terá um novo governador, sem dúvida, e meu compromisso com o Estado é recuperar esta grande perda e decepção que estamos tendo com o governador Pedro Taques. Sou responsável por isso também, porque fiz quase o impossível para ajudar a elegê-lo. Nossa esperança era muito grande de um governo novo, que viesse para fazer a grande transformação, que ele sempre dizia que ia fazer em seus programas, e que não fez nada. O que fez foi uma grande decepção. O que quero é que os partidos de oposição estejam unidos em prol de um nome só, bom”, defendeu o parlamentar que já foi aliado de Taques.

2 DEPUTADOS NO PDT

Zeca Viana admitiu que sua expectativa para 2018 é concorrer a uma das duas vagas que o Mato Grosso terá ano que vem no Senado. Ele também destacou que nomes como os dos deputados estaduais Allan Kardec (PT) e Adriano Silva (PSB) podem ir para o PDT. “Estou pleiteando uma vaga ao Senado, mas uma vaga majoritária não é impositiva. Tem que ter uma concordância do grupo todo. Em relação a filiações, já temos um namoro com o Allan Kardec há vários meses e ele já vem me demonstrando uma insatisfação em continuar no PT e, caso realmente saia, vem para o PDT. Sobre o Adriano, há uns 20 dias, ele em tom de brincadeira, disse que gostaria de vir para o partido, que estará de portas abertas, caso queira vir. Vamos conversar esta semana, para que ele venha para nosso quadro de candidatos a deputados estaduais, onde viremos com uma chapa pura. Para federais, faremos um chapão e em relação as majoritárias dependerá das nossas alianças”, disse.
 
Viana também destacou que nos próximos dias o PDT fará uma convenção para eleger a nova direção da executiva estadual e disse que não pretende continuar na presidência. “No dia 24 teremos a convenção estadual. Ainda não temos a chapa formada. A partir de amanhã começarei a me reunir para definirmos os nomes. Está aberto para quem quiser ser presidente do partido. Eu não tenho pretensão de continuar, mas é óbvio que se a maioria escolher que eu seja, continuarei, por que eu como soldado do partido, não abandonarei o barco. Mas se tiver um nome que a maioria esteja a favor, estaremos juntos para ajudar na unidade do partido no estado”, completou.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »