22/11/2017 às 12h25min - Atualizada em 22/11/2017 às 12h25min

Matogrossense sumida na Bélgica é localizada em hospital

Página Press, com Folha Max

A matogrossense, Emília Rosa Vilarinho, 55 anos, que estava desaparecida há quase um mês na Belgica foi localizada nesta terça-feira. Ela está internada num hospital psiquiátrico na cidade de Monzi. A filha, Nara Vilarinho, falou por telefone com a mãe e disse que ela está bem, porém não se lembra como chegou no hospital.

Um repórter da Bélgica, que viu a reportagem do site Araguaia Notícia e se interessou pelo caso, ajudou a família a localizar a brasileira que está internada há 17 dias. A brasileira chegou machucada, bastante suja e sem documentos na clinica.

Emília é mais um dos brasileiros que saem do país na expectativa de mudarem de vida em outro país. Na Bélgica, ela trabalhou como doméstica e depois se casou com um belga com quem morou por dez anos. Todavia, o relacionamento acabou de uma forma turbulenta em que a brasileira reclama de violência e até mesmo ameaças do ex-marido.

“Nós estamos feliz porque ela apareceu e está bem. Eu peço agora a ajuda da população porque eu quero ir para Belgica ajudar a minha mãe que está no hospital", disse. Nara agradeceu as orações e apoio que recebeu de vários brasileiros principalmente da região de Barra do Garças.

A família Vilarinho é muito conhecida em Barra do Garças. O irmão de Emília é o empresário Rosivaldo, proprietário do Rei do Açai e Vilarinhos Grill.

No início do mês passado, Emília saiu de casa dizendo que iria buscar um dinheiro no banco e não foi mais vista. A aflição da família aumentou porque ela se queixava de ameaças do ex-marido. A barra-garcense foi levada para Europa por uma amiga que reside também na Bélgica. Hoje são centenas de moradores de Barra do Garças que lutam pela sobrevivência na Europa, Estados Unidos e Canadá. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »