22/11/2017 às 21h47min - Atualizada em 22/11/2017 às 21h47min

Recuperação de menino que caiu de 2º andar de casa impressiona

A família de Ruan está de mudança do Rio de Janeiro para a Bahia, mas decidiu parar em Vitória para visitar uma parente; durante a visita, o menino sofreu o acidente

TV Gazeta
À esquerda, Ruan na UTI; à direita a impressionante e feliz recuperação dele (Foto: Reprodução)

Boa notícia! O menino Ruan Oliveira Sena da Costa, de dois anos, que caiu do segundo andar de um prédio, no bairro São Pedro em Vitória, na última sexta-feira (17), deixou a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), e está em observação na enfermaria do Hospital Infantil de Vitória.

Com a queda, o menino precisou realizar uma transfusão de sangue, devido a um sangramento no baço. Felizmente, Ruan não precisou passar por procedimento cirúrgico e a recuperação do garoto impressiona a todos.

VEJA VÍDEO

A gravação foi enviada pela mãe de Ruan à TV Gazeta

O CASO

Familiares e amigos de Ruan Oliveira Sena da Costa, de 2 anos, internado após cair do segundo andar da casa da tia, na sexta-feira (17), no bairro São Pedro, em Vitória, fizeram uma campanha na internet para conseguir doações de sangue do tipo sanguíneo "O" para o menino.

Com a queda, Ruan teve sangramento no baço, órgão esponjoso localizado no abdômen, e precisou fazer transfusões de sangue. Ele está internado no Pronto-Socorro do Hospital Infantil Drª Milena Gottardi, localizado no Hospital da Polícia Militar (HPM), em Vitória.

Segundo a tia, Elieni de Cássia Fermina da Silva, 45 anos, a família aguardou avaliação médica na tarde de domingo (19) para saber se o menino precisaria remover o baço por conta da hemorragia.

A QUEDA

A família de Ruan está de mudança do Rio de Janeiro para a Bahia, e decidiu parar na casa da tia Elieni, em Vitória, para descansar. Ela afirmou que a sobrinha abriu a fachada de vidro na hora do almoço. O menino estava no chão e, sem ninguém ver, foi em direção à fachada. “Lá é de vidro e o neném caiu dessa parte, que fica fechada. Ele estava no chão quando fui atender a porta. Foi tudo muito rápido. Essa fachada sempre ficava fechada”, disse Elieni.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »