28/10/2016 às 19h16min - Atualizada em 28/10/2016 às 19h16min

Madeireiros retiram o que sobrou das máquinas queimadas pelo IBAMA em terras indígenas.

Aparicio Cardozo
Página Press

Os proprietários de máquinas queimadas pelo IBAMA, em operação realizada em terras indígenas na região de Paranorte, realizada no início do mês de outubro.

Na operação, que contou com o apoio da Força Nacional, foram queimadas várias máquinas, como esteira, pá carregadeira, tratores, caminhões, motos dos trabalhadores, caminhonetes, motosserra e centenas de metros de madeira, que já estavam carregadas para serem levadas para a serraria.

Segundo pessoas que estavam no local, os agentes do governo chegaram antes do sol nascer e foram destruindo tudo o que viam pela frente, independente do grau de crime cometido.

O proprietário de um dos caminhões queimados, relatou de maneira informal ao Show de Notícias, que o veículo era fruto de muitos anos de trabalho em uma fazenda e que havia investido tudo o que tinha para trabalhar, pagando mais de R$ 200 mil pelo mesmo, que foi totalmente destruído pelo fogo.

Ele revelou que o motorista que ele contratou, estava fazendo duas viagens e que foi surpreendido, assim como os demais, pela operação realizada, nada podendo fazer.

Os veículos e máquinas ficaram completamente destruídos, e, aparentemente, pouco poderá ser aproveitado da carcaça.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »