29/11/2017 às 14h59min - Atualizada em 29/11/2017 às 14h59min

Gasolina tem queda de 2,3% e consumidor pode pagar até R$3,92; álcool chega a R$ 1,97

JESSICA BACHEGA

Após uma sequência de aumento no preço da gasolina, a Petrobras anunciou queda no valor do combustível a partir desta quarta-feira (29). Com a nova tabela, o consumidor irá pagar 2,3% a menos para abastecer os veículos a gasolina. Por outro lado, o diesel teve aumento de 0,3%.

Ainda no ritmo de queda nos preços, alguns postos de Cuiabá estão fazendo promoções no preço do etanol. O combustível está saindo até por R$ 1,97. Na semana passada, vários postos mantinham o preço de R$ 1,99 e longas filas se formaram. 

As alterações nos preços do combustível têm sido realizadas com frequência pela Petrobrás, desde julho, e tem adotado nova tabela de preços a fim de acompanhar o mercado internacional.

Na semana passada houve o anúncio de aumento de 7% em dois dias e 24% desde julho. Apesar da elevação do valor nas refinarias, nem todos os postos de combustíveis tem repassado o reajuste aos clientes. O temor por perder clientes e necessidade de manter preços competitivos tem motivado essa retenção dos reajustes.

De acordo com a tabela divulgada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, na semana passada o preço médio da gasolina, em Cuiabá, era de R$ 4,02. Caso o valor de reajuste anunciado pela Petrobras seja praticado pelos postos, o consumidor pode pagar R$ 3,92 pelo litro da gasolina. O valor considera o preço médio e a queda de 2,3% anunciada pela Petrobras.

Já o diesel deve chegar a R$ 3,62 considerando o aumento de 0,30% anunciado pela empresa. Os valores são médios e baseados no repasse integral do reajuste, o que será determinado por cada posto, pois a decisão do preço é livre para cada estabelecimento, conforme informou o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Mato Grosso (SindiPetróleo).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »