28/10/2016 às 21h23min - Atualizada em 28/10/2016 às 21h23min

Com bandeira amarela, conta de luz terá custo adicional em novembro

Aneel afirma que decisão leva em conta situação menos favorável das hidrelétricas do País

Do PP, com Reuters e Agência Brasil
Bandeira amarela estabelece custo de R$ 1,50 a cada 100 kWh Getty Images

A bandeira tarifária para o mês de novembro no Brasil será amarela, o que representa custo de R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos, informou nesta sexta-feira (28) a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), citando uma situação menos favorável nos reservatórios das hidrelétricas.

Com a condição hidrológica menos favorável, foi determinado o acionamento de térmica com CVU (Custo Variável Unitário) acima de R$ 211,28 e consequente impacto no CMO (Custo Marginal de Operação) em todos os submercados, explicou a Aneel em nota.

O sistema de bandeiras tarifárias foi adotado em janeiro de 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, mai cara do que a energia de hidrelétricas.

A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia elétrica em função das condições de geração de eletricidade. Por exemplo, quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no País.

Desde que foi implementado o sistema de bandeiras tarifárias em janeiro de 2015, até fevereiro de 2016, a bandeira se manteve vermelha. Em março, passou para amarela, e ganhou a cor verde a partir do mês de abril.

Segundo a Aneel, a bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz, mas uma forma diferente de cobrar um valor que já era incluído na conta de energia, por meio do reajuste tarifário anual das distribuidoras. A agência considera que a bandeira torna a conta de luz mais transparente e o consumidor tem a melhor informação para usar a energia elétrica de forma mais consciente.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »