29/10/2016 às 05h48min - Atualizada em 29/10/2016 às 05h48min

Candidatos a prefeito de Cuiabá participam de debate na TVCA

Emanuel Pinheiro (PMDB) e Wilson Santos (PSDB) disputam a eleição. Debate teve três blocos e duração aproximada de uma hora.

G1 MT
Reprodução TVCA

Os candidatos Emanuel Pinheiro (PMDB) e Wilson Santos (PSDB) participaram nesta sexta-feira (28) do último debate entre os candidatos à prefeitura de Cuiabá, realizado pela TV Centro América, antes das eleições deste domingo (30). O evento foi mediado pela jornalista Luzimar Collares e teve duração aproximada de uma hora.

As perguntas foram feitas de candidato para candidato, conduzidas pela  mediadora do debate. No total, foram três blocos, sendo o primeiro com perguntas de tema livre, o segundo com tema determinado, e o terceiro com tema livre e considerações finais.

1º bloco
O primeiro bloco do programa foi praticamente de ataques entre os candidatos. Wilson Santos citou um suposto esquema de benefícios fiscais que teria favorecido familiares de Emanuel Pinheiro, que teriam recebido R$ 4 milhões de forma ilegal. Emanuel rebateu dizendo que a acusação do adversário é 'factóide' e que áudios que comprovariam o esquema foram manipulados.

Wilson disse que Emanuel está envolvido em esquema de incentivos fiscais. Na resposta, Emanuel disse que o irmão do adversário foi exonerado do governo de Mato Grosso suspeito de coagir servidores para participar de um evento politico de Wilson.

Depois, Emanuel perguntou sobre o que fazer em relação à passagem de ônibus e disse que Wilson aumentou o valor da tarifa quando era prefeito. Wilson respondeu que vai diminuir a tarifa, criar mais pontos de integração, renovar as frotas de ônibus e fazer licitação nacional para o setor.

Na sequência, Wilson criticou o fato de Emanuel ter se aposentado quando tinha aproximadamente 30 anos pelo já extinto FAP (Fundo de Assistência Parlamentar) e disse que o adversário, como deputado, não fiscalizou as obras da Copa. Emanuel disse que tinha direito à aposentadoria, que pagou por ela e que Wilson está desesperado com a rejeição diante do eleitorado, por isso parte para o ataque.

2º bloco
Nesse bloco, os candidatos tiveram que responder temas determinados. O primeiro deles foi 'educação fundamental/meta do Ideb'. Emanuel Pinheiro disse que o adversário não cumpriu a promessa de campanha de implantar o tempo integral em todas as escolas durante os dois mandatos como prefeito. Wilson disse que é preciso melhorar o aprendizado em português e matemática, que é preciso investir em formação continuada de professores e fazer melhoria na gestão escolar.

No tema seguinte, 'mobilidade urbana/estacionamento', Wilson disse que implantou o sistema de faixa verde e que é preciso concluir o rodoanel e duas novas avenidas para melhorar o setor em Cuiabá, além de ampliar ciclovias e ciclofaixas. Emanuel Pinheiro disse que pretende fazer parceira público-privada para estacionamento de carros e motocicletas, e fazer estacionamento subterrâneo nas praças Alencastro e República.

Outro tema questionado foi sobre 'servidor público/concurso', no qual Wilson Santos disse que a previdência tem um desfalque de R$ 60 milhões e propõe que seja feito concurso público para o setor, a fim de que a contribuição possa ir para o Cuiabá Prev. Emanuel respondeu que é preciso fazer concurso, mas é que preciso pensar nisso com cautela em tempos de crise.

3º bloco
Com tema livre, os candidatos voltaram a se atacar, tendo como alvos os familiares dos dois. Wilson acusou novamente a família de Emanuel de participar de um esquema de incentivos fiscais por meio de uma empresa de alimentos, disse que o adversário é investigado pelo Ministério Público do Estado. Emanuel respondeu dizendo que o candidato adversário é um político baixo e sem escrúpulos, e afirmou que não é processado e que é ficha limpa.

Considerações finais
Emanuel Pinheiro agradeceu a Deus, à família, ao candidato a vice, aos servidores públicos. Disse que tem experiência e energia para liderar mudanças e que, nesse momento de crise, vai mostrar a própria competência, fazendo mais com menos.

Já Wilson Santos atacou de novo o adversário, dizendo para a cidade ter cuidado com quem paga dívidas com esmeralda falsa, com quem não paga IPTU da própria casa, e que participa de esquema de incentivos fiscais. Disse que quer chegar à vitória com a parceria do governador Pedro Taques (PSDB) e fazer a melhor administração da cidade, com uma gestão humana.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »