08/02/2018 às 10h03min - Atualizada em 08/02/2018 às 10h03min

Em nota, deputado descarta 7ª troca de partido para "bem servir sociedade" de MT

Parlamentar poderia deixar PSB diante da aproximação nacional do PSDB

Folha Max
SUELLEN ALENCAR
Reprodução

Em nota na manhã de hoje, o deputado federal Valtenir Pereira (PSB) descartou qualquer possibilidade de retornar ao MDB. No entanto, ele admtiu que recebeu um convite da legenda peemedebista.

Esta seria a sétima mudança partidária do parlamentar, que já esteve duas vezes no PMDB e PSB, além do PT, PROS e PMB. "Recebi com honra e orgulho o convite para retornar às fileiras do MDB.  No entanto, meu foco e compromisso continuam, como sempre foi e será, as causas populares, atendidas por meio das ações parlamentares desempenhadas por ele, ao longo desses três mandatos, para melhorar a vida da população mato-grossense, a qual representa no Congresso Nacional", explica.

Após retornar ao PSB no final do ano passado, Valtenir Pereira provocou uma debandada na legenda. Os deputados federais Adilton Sachetti e Fábio Garcia foram para o DEM.

Já os estaduais Eduardo Botelho, Oscar Bezerra, Mauro Max Russi e Adriano Silva, juntamente com o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, esperam a "janela" partidária para decidirem seus respectivos rumos. Com a possibilidade de Valtenir sair do PSB, alguns deles cogitaram ficar na legenda para a disputa eleitoral deste ano em Mato Grosso.

No entanto, Valtenir garante que seguirá na legenda apesar da aproximação nacional do PSB com PSDB, o que fará com que ele possa subir no palanque do governador Pedro Taques, seu desafeto político, numa eventual disputa da reeleição. "Estou lisonjeado pelo convite, porém, neste momento, sinto-me bem e muito à vontade para conduzir meu mandato e dar respostas às demandas da população, fazendo parte dos quadros do PSB e conduzindo o Partido em Mato Grosso na tão honrosa missão de bem servir a sociedade”, afirmou.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »