22/02/2018 às 15h39min - Atualizada em 22/02/2018 às 15h39min

Juiz marca retotalização de votos em Guarantã do Norte

Página Press/Nortão Notícias
O juiz da 44° Zona Eleitoral, Diego Hartmann após alteração na situação jurídica da candidata reeleita para o cargo de vereadora de Guarantã do Norte, Edileusa Oliveira Ribeiro decidiu realizar uma audiência pública de totalização dos votos das eleições municipais de 2016. A data foi definida para o dia 26 de fevereiro, as 10h no horário de Brasília, ou 9h no horário local. O cartório está situado na Avenida dos Jatobás, 155, Centro.

A audiência se tornou pública por meio do edital 04/2018, publicado no Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral 2.588, disponibilizado nesta quinta-feira, 22 de fevereiro. A vereadora Edileusa teve o diploma cassado em 1ª instância, cuja decisão foi mantida pelo TRE. O juiz de 1ª instância em uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral, proposta pelo Ministério Público, por Abuso do Poder Econômico e de Autoridade, cumulada com Captação Ilícita de Sufrágio (compra de votos) e então decidiu pela cassação. A vereadora foi condenada a pagar uma multa e foi declarada inelegível por oito anos. A decisão foi mantida pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral.

Na Ação, o Ministério Público apontou que, durante a campanha eleitoral de 2016, a candidata praticou conduta de prometer doação de casas populares a eleitores de Guarantã do Norte, em troca de voto, o que viola o artigo  41-A da Lei no 9.504/1997 (Lei das Eleições).
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »