02/11/2016 às 19h25min - Atualizada em 02/11/2016 às 19h25min

“Taques entrou mais do que deveria na campanha”, diz Antero

Marqueteiro viu vitória contra as “máquinas” do Governo e da Assembleia

Camila Ribeiro
Mídia News
O marqueteiro Antero Paes de Barros disse que o governador

O ex-senador Antero Paes de Barros, marqueteiro do prefeito eleito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), afirmou que o governador Pedro Taques (PSDB) não deveria ter participado tão ativamente da campanha do candidato derrotado, Wilson Santos (PSDB).

Wilson foi uma aposta pessoal de Taques para a disputa ao Palácio Alencastro, após a desistência de Mauro Mendes (PSB) de buscar a reeleição.

“Vejo que o governador Pedro Taques entrou mais do que deveria na campanha”, disse Antero.

“O Blairo Maggi perdeu duas eleições, alguém falou que o Blairo foi derrotado? Ninguém nem se lembrou disso”, completou, numa referência aos apoios do ex-governador e atual ministro às candidaturas derrotadas de Sérgio Ricardo (PPS), em 2004, e Mauro Mendes (PR), em 2008.

Ainda na avaliação de Antero, a eleição de Emanuel representou uma vitória diante do Governo do Estado e da própria Assembleia Legislativa que, segundo o marqueteiro, também apoiava o candidato tucano.

“Não foi uma vitória qualquer. Pois veja bem, todo mundo ligava para mim e dizia 'Antero e as máquinas, a máquina do Governo do Estado, a Assembleia Legislativa?'. Essas duas máquinas funcionando, mas entre máquina e o povo existe a soberania do cidadão. O cidadão foi lá e disse 'quero mudança, não aceito mais esse jogo sujo, essa patifaria da campanha eleitoral'”, disse.

“A campanha da verdade venceu a campanha da mentira. A campanha da humildade venceu a campanha da arrogância. A campanha das propostas, da campanha limpa venceu o jogo sujo eleitoral. Simples assim”, afirmou.

“Diálogo”

Para Antero, mesmo com as divergências políticas, Taques e Emanuel terão uma relação amistosa.

“Penso que o governador vai tocar o Estado, Emanuel vai tocar a prefeitura. Eles vão ter, obrigatoriamente, que conversar. Não é possível que esse diálogo não aconteça”, disse.

“Tenho convicção que isso vai acontecer. Trabalhei na campanha do Pedro Taques, conheço o governador Pedro Taques, sei que ele é um homem de bem”.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »