05/11/2016 às 23h30min - Atualizada em 05/11/2016 às 23h30min

Empresa que despejou esgoto em rio de MT é multada

Falha provocou despejo de milhões de litros de esgoto sem tratamento. Pesca no Rio Vermelho chegou a ser suspensa por risco de contaminação.

Do G1 MT
Rio Vermelho, em Rondonópolis (Foto: Reprodução/TVCA)

A concessionária Sanear, responsável pelo tratamento de água de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, foi multada em R$ 700 mil pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) por ter despejado milhões de litros de esgoto sem tratamento num córrego que deságua no rio Vermelho, nos meses de setembro e outubro. Análise da água constatou quantidade menor que o recomendado de oxigênio no rio, o que provoca a morte de peixes.

Por meio de nota, a concessionária disse que não concorda com o valor da multa e que vai recorrer.

O vazamento ocorreu por causa de uma falha numa elevatória de tratamento de esgoto da Sanear, que responde por 80% do tratamento de esgoto no município. Depois do acidente ambiental, a pesca no rio Vermelho ficou temporariamente suspensa por causa do risco de contaminação.

Conforme a Sema, a multa foi aplicada por causa da poluição ocasionada pelo vazamento de afluentes sem tratamento lançados no córrego Bambu, que deságua no Rio Vermelho. Conforme a Sema, a poluição foi constatada no local em que houve o vazamento, não se estendendo para outras áreas.

Inspeção da equipe da regional da pasta ambiental em Rondonópolis no local do vazamento constatou que as bombas hidráulicas que transportam o esgoto para a estação de coleta estavam queimadas.

A pedido do Ministério Publico do Estado (MPE), uma equipe do laboratório da Sema de Cuiabá também esteve no local e coletou amostras da água para análise. O resultado foi que o trecho do córrego Bambu, entre outras irregularidades, estava com material orgânico em excesso no rio. Para degradar esse material, microorganismos consomem oxigênio, o que pode provocar a morte dos peixes.

A secretaria encaminhou ainda à Sanear uma notificação recomendatória elencando 14 providências de melhorias a serem tomadas no local.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »