05/11/2016 às 19h00min - Atualizada em 05/11/2016 às 19h00min

Grupo vai para locais de prova assistir os inscritos que chegam atrasados

JESSICA BACHEGA/RAYANE ALVES
HIPER NOTICIAS
Na expectativa esperando os atrasados (Rayane Alves)
Um grupo de amigos deixou de sair na sexta à noite para estar cedo em frente aos locais de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e assistir “de camarote” os inscritos que desafiavam o tempo para chegar aos locais antes que os portões se fechassem e que em alguns casos ficavam para o lado de fora.

Acomodados em cadeiras de praias e abastecidos com caixas térmicas com bebidas alcoólicas, refrigerantes e o tereré,  cerca de 15 pessoas do grupo “Open Bar dos Atrasados do Enem” estavam no canteiro em frente à Universidade de Cuiabá (UNIC) esperando para assistir a corrida daqueles que tentavam entrar no último minuto.
 
Um  dos que assistiam a tristeza alheia era Icaro Gonzaga, 21, estudante de direito que já fez o Enem duas vezes e em ambas oportunidades chegou com antecedência. “Criamos o grupo com amigos da faculdade e de festas para vir assistir os atrasados. Se eles não entrarem, a gente chama para ficar aqui. É um conforto e um incentivo para que não chegue atraso no ano que vem”, conta o espectador.
 
O colega de Icaro, Kregori Rhuan, 24, é enfático em afirmar que há três motivos para que o candidato perca a prova: imprevistos, falta de interesse e deixar para ir ao local de prova na última hora. “ Imagino o prejuízo que é perder o Enem e ter que esperar para o ano que vem, por isso é preciso planejamento para que não seja pego desprevenido”, relata.
 
No portão da UNIC desde as 11 horas junto com o grupo, Eliokin da Silva (22) diz que o sol incomoda um pouco, mas “vale a pena para ver o povo perder o horário”, diz ele que já passou pelo Enem e chegou bem cedo no dia de sua prova “é preciso se planejar e focar em seu objetivo”, enfatiza.
 
Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (Sesp) o primeiro dia de provas foi tranquilo. Sem nenhuma ocorrência policial ou dos bombeiros.



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »