11/11/2016 às 06h31min - Atualizada em 11/11/2016 às 06h31min

Consuni aprova e Unemat terá novos cursos em Sinop, Colíder e demais cidades

Lygia Lima
Página Press

O Conselho Universitário da Universidade do Estado de Mato Grosso terminou na tarde desta quinta-feira (10) em Cáceres com a definição de pontos importantes para a Unemat. Ainda em 2016 deverá ser realizada a 3ª  sessão ordinária do Consuni.

Entre os pontos discutidos e aprovados pelos conselheiros estão os que dizem respeito à criação de cursos nas modalidades diferenciadas, em turmas únicas, nos câmpus do Médio Araguaia e Vale do Teles Pires (Colíder) e criação do Núcleo Pedagógico de Marcelândia, além de reorganização e transição de cursos com oferta contínua para outros câmpus.

No médio Araguaia serão ofertados os cursos de Licenciaturas em Sociologia, Filosofia e Física e o Bacharelado em Zootecnia. Os cursos serão oferecidos na sede do câmpus em Luciara e também nos Núcleos Pedagógicos de Vila Rica e Confresa. Esses cursos atendem ao perfil do câmpus que, desde sua criação na década de 1990, sempre oferta cursos em turmas únicas conforme a demanda de formação profissional da região.

Outra mudança significativa acontece no campus do Vale do Teles Pires (Colíder) neste conselho teve autorizado a transição do curso de geografia, que tem oferta contínua de vagas, para o campus de Sinop. Com isso, o câmpus de Colíder irá encerrar as turmas em andamento do curso de Geografia, assim como já vem fazendo com as turmas do curso de Sistema de Informação que também já foi transferido para Sinop. Para garantir  a continuidade do câmpus e atender a demanda da sociedade a Universidade decidiu e teve aprovado a criação do curso de licenciatura em Biologia, em turma única  para início em 2017.

Além desses cursos, os conselheiros decidiram também pela migração do curso de Jornalismo do câmpus de Alto Araguaia para o câmpus de Tangará da Serra. A formação dos alunos que já ingressaram no curso de jornalismo no câmpus de Alto Araguaia será assegurada. A mudança do local de oferta do curso se dá principalmente pela ausência de campo de estágio pelos acadêmicos e baixa demanda de alunos.

Em Marcelândia, a Unemat irá abrir um Núcleo Pedagógico com a oferta de turmas únicas de Direito e Agronomia, ofertados pelo Câmpus de Alta Floresta. Esses cursos são custeados por meio de convênio com a Prefeitura Municipal e contrapartida de estrutura física, (salas de aula), laboratoriais e acervo bibliográfico para o câmpus de Alta Floresta.

Também foram aprovados pelos conselheiros os regimentos de biblioteca, núcleos, editora, laboratórios entre outros, a criação e normatização da bolsa de preceptoria médica para acompanhamento, supervisão e orientação de alunos em atividades acadêmicas no curso de Medicina da Unemat.

O Consuni discutiu ainda o Planejamento Estratégico Participativo da Unemat, que agora entra na segunda etapa que é a construção de um PEP para cada câmpus. Já os critérios de distribuição de recursos da Administração Central para os câmpus da Unemat, e também a reestruturação das minutas do Programa de Assistência Estudantil, Auxílio Alimentação, Auxílio Moradia e Auxílio Evento, foram retirados de pauta e voltarão a ser discutido em outras sessões.

A reitora da Unemat, professora Ana Di Renzo, ressaltou a coragem do Conselho Universitário em discutir os problemas de ingresso nos cursos, e decidir por mudanças de cursos para outros câmpus e também a forma de acesso aos cursos. “A Unemat tem uma responsabilidade muito grande com o desenvolvimento de Mato Grosso, e não podemos nos apequenar diante dos problemas e dificuldades. Nós temos muitas outras questões que precisamos rever e discutir o futuro da nossa universidade”, afirmou.

Vestibular:

A Unemat vai publicar o edital do vestibular para atender as turmas diferenciadas no próximo dia 14 de novembro. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »