11/11/2016 às 17h40min - Atualizada em 11/11/2016 às 17h40min

Jornalista volta a prisão após extorquir empresário de Cuiabá em R$ 600 mil

Página Press
A Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) prendeu, nesta sexta-feira (11.11), novamente o jornalista, Antônio Carlos Milas de Oliveira, pelo crime de extorsão de um empresário, que também foi uma das vítimas da investigação que culminou na operação “Liberdade de Extorsão", deflagrada no dia 12 de março de 2016.

O jornalista é dono do Grupo Milas de Comunicação e teve o segundo mandado de prisão preventiva cumprido pela Delegacia Fazendária, depois de exigir o pagamento de R$ 600 mil do empresário, para não revelar determinado conteúdo em seus veículos de imprensa.  A extorsão teria ocorrido no dia 11 de outubro.

O jornalista retorna a cadeia pouco mais de cinco meses de ganhar liberdade, referente à prisão requerida no inquérito 080/2015. Em interrogatório ao delegado Anderson Veiga, o jornalista confessou que procurou o empresário por intermédio de um advogado, mas negou a extorsão. “Todos foram ouvidos e materializada a prática de extorsão”, disse.

O mandado de prisão foi decretado pela Sétima Vara Criminal de Cuiabá - Especializada Contra o Crime Organizado. O jornalista deve ser encaminhado a uma unidade prisional.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »